Como tudo aconteceu

   A  Escola  teve seu início com a necessidade de dar continuidade à  tarefa de ensinar de sua Diretora, Profa. Regina Santos, após encerrar suas atividades, com a aposentadoria, no Curso de Letras da Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

  A estrutura inicial da escola, a princípio “tímida” ─ já que recebia apenas ex-alunos que procuravam aulas particulares ─ teve de ser ampliada, à medida que os primeiros grupos se formavam.

  O número de turmas cresceu, professores foram contratados mas sempre, com o compromisso  de privilegiar  qualidade e  não  quantidade.

A professora Regina Santos traz, em sua bagagem profissional, experiência em magistério público municipal, estadual e universitário. Desenvolveu suas atividades durante quinze anos na Universidade Católica de Pelotas (UCPel), tendo sido a primeira professora responsável pelo Laboratório de Línguas daquela Instituição.

Foi fundadora do Curso de Letras da UFPel.

  Participou, durante longo tempo, da elaboração e correção de provas do Concurso Vestibular, tanto da UCPel, quanto da UFPel.

  Com vivência no exterior, participa anualmente de Cursos de Aprimoramento na Inglaterra.

Como trabalhamos

A Escola apresenta como proposta pedagógica a capacitação do aluno nas quatro habilidades linguísticas de falar, escutar, ler e escrever.

   Para tanto, é utilizada uma metodologia estimulante e motivadora, através da atualização contínua de diferentes técnicas de ensino, todas avalizadas pela Universidade  de Cambridge .

   As propostas pedagógicas tem um propósito motivador e, quando motivados, os alunos utilizam a língua estrangeira em aula e fora dela, cantando, ouvindo músicas, assistindo filmes e séries, jogando videogames e acessando jogos online.                   

   O objetivo seria  substituir o famoso: “ o meu filho precisa do Inglês”, pelo “ o meu filho  gosta do Inglês que estuda”. A linguística comprova que antes de ensinar uma língua é preciso motivar o aluno para sua aquisição.

   Sendo assim, o ensino passa a ser um processo prazeroso, natural e dinâmico.

   Com esta conduta e através da prática, o aluno alcança uma excelente produção oral, entende o que ouve; compreende o que está escrito e escreve com correção.

Foto da Equipe Regina Santos English School

Nossos objetivos

  • Colaborar para que os alunos sintam prazer em estar na sala de aula;

  • Criar condições para que todos desenvolvam as quatro habilidades (recepção e produção oral e escrita);

  • Assessorar as coordenações, professores e o cotidiano em sala de aula.

Nossa abordagem

  • Abordagem comunicativa com suporte  pedagógico padrão Cambridge;

  • Tecnologia (apps, gadgets);

​​

  • Atividades lúdicas como ferramentas de ensino e aprendizado;

  • Material audiovisual (uso de imagens, filmes, séries, websites, músicas, videoclipes, de canais  de TV ao vivo).

 Como alcançá-los

afeto.png
comprometimento.png
resultados.png